Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão

Mesmo extintos, os dinossauros continuam causando fascínio entre as pessoas. Em São Luís, o Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão guarda acervo que inclui preciosidades. Na área de Arqueologia, pode-se observar ferramentas, cerâmicas, materiais líticos, azulejos, além de outras relíquias do passado. Na da Etnologia, encontra-se o acervo de povos indígenas de milhares de anos, relatando a diversidade e a história dos índios por meio dos objetos ali retratados.

Conheça também o Arquivo Público do Estado do Maranhão

Na sala expositiva de Paleontologia possui cerca de 200 itens em exposição de fósseis e réplicas de espécies pré-históricas encontradas no Maranhão. Podem ser encontrados animais da mega fauna e outras espécies exóticas em dimensões menores que há milhões de anos habitavam o planeta, como as espécies de dinossauros Spinosaururs, Titanossauro e Carcharodontosaurus. Também há réplicas de peixes do gênero Cretáceo do Maranhão e crocodilos Candidodon.

A cópia fiel da cabeça do Carcharodontosaurus possui 1,7 metros de largura por 1,5 metros de altura. Já o Spinosaururs, cujo fóssil foi encontrado em terras maranhenses, mais precisamente na Ilha do Cajual, a algumas horas de barco de São Luís, é o maior dinossauro carnívoro já registrado no Brasil.

No Centro de Pesquisa, as salas de paleontologia, arqueologia e etnologia compõem juntas cerca de 900 elementos expostos que transmitem ao homem de hoje um pouco sobre a cultura e o dia-a-dia dos homens épocas passadas. São 200 itens na Paleontologia, 500 na Arqueologia e 200 na Etnologia.

Visite também a Cafua das Mercês – Museu do Negro

O Centro foi o pioneiro no Maranhão a efetivar pesquisas de salvamento, monitoramento e resgate de sítios no interior e na capital, sendo que a área do Centro Histórico de São Luís foi alvo da primeira escavação. A equipe do órgão participa ativamente de projetos de parceria nacionais. Os trabalhos na área resultaram em mapeamentos e identificação de sítios fossilíferos no Maranhão. Segundo a coordenadora do setor de Paleontologia, Agostinha Araújo, foram coletados mais de 3 mil peças de fósseis.

Visite
Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão
Onde: Rua do Giz, 59 – Praia Grande
Quando: Horário de Visita: 2ª a 6ª das 14h às 18h.
(98) 3218 9906/ 3218 99 08
Como chegar: Pegue qualquer ônibus que tenha acesso ao Terminal da Praia Grande ou passe em frente a ele. Desça lá e siga para o outro lado da Avenida Vitorino Freire. Siga pela rua ao lado do Viva Cidadão, ao fim dobre a esquerda e você encontrará a Praça Nauro Machado (ao lado do Teatro João do Vale) siga pela rua paralela até a praça da Faustina, na Rua do Giz. O prédio do Centro fica defronte a ela.

Imagem: De Jesus

Anúncios

6 comentários sobre “Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão

  1. Gostaria de saber como devo, ou, onde comunicar com pessoas ou Universidades interessadas em pesquisar dino em outros estados. Pois aqui em Minas Gerais na cidade de Coração de Jesus, já foram encontrados fósseis de dinossauros e ainda temos outros enterrados, mas não conseguimos atrair a atenção dos devidos pesquisadores por parte das Universidades e pelos políticos da região.
    Atenciosamente;
    Ubiratan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s