Museu da FMRB ganha exposição multimídia

Visitante utiliza tablet durante visitação / Foto: Anderson Corrêa

Visitante utiliza tablet durante visitação / Foto: Anderson Corrêa

A Fundação da Memória Republicana Brasileira (FMRB), com sede no Convento das Mercês, insere, definitivamente, seu valioso acervo, nos parâmetros da contemporaneidade. A exposição “Memória da República Brasileira”, que será aberta oficialmente amanhã, 26, para convidados, e ao público em geral na sexta-feira, 27, traz uma nova leitura sobre cada peça, plenamente contextualizada com a história de nossa República, com a cultura do Brasil e do mundo. A exposição tem patrocínio do Porto do Itaqui.

Em sintonia com a Era da Informação, há a inserção de tecnologias interativas, proporcionando uma busca mais apurada e atrativa pelo conhecimento, possibilitando maior aproximação com o público. O novo formato oferece um presente inédito ao Maranhão: o primeiro museu do Norte e Nordeste do País adaptado para multimídias.

Conheça o Convento das Mercês, sede da Fundação da Memória Republicana Brasileira.

A exposição está dividida em quatro momentos. Logo na entrada do Convento das Mercês, o visitante poderá saber mais sobre a história deste que é um dos “Sete Tesouros de São Luís”, seus antigos moradores – os frades mercedários –, e de seu uso ao longo dos anos.

Lema da Revolução Francesa - Peça do acervo FMRB / Foto: Anderson Corrêa

Lema da Revolução Francesa – Peça do acervo FMRB / Foto: Anderson Corrêa

Ao todo serão 401 peças em exposição, um número significativo pensado como forma de celebrar os 401 anos de São Luís, comemorado no início deste mês.

No Salão República, peças do acervo museológico recontam a história do país desde o Império até a redemocratização política. Projeções, televisores e tablets apresentam informações sobre as peças, abordando aspectos iconográficos e históricos, sempre fazendo o link com importantes fatos que marcaram o período republicano.

No Salão Presentes, uma seleção de peças nacionais e internacionais ofertados ao presidente José Sarney, durante seu governo. São quadros, esculturas, chaves de cidades, placas de instituições militares e governamentais, salvas e pratos, louças em diversos materiais, imagens sacras, artesanato, verdadeiras obras de arte. No ambiente, também há recursos multimídias que fazem a contextualização com a história, uma forma de levar informação, especialmente a estudantes.

O terceiro espaço, a Galeria Sarney, conta a trajetória política e literária do ex-presidente e patrono da Fundação, José Sarney. Na exposição, livros escritos pelo acadêmico, condecorações, diplomas Doutor Honoris Causa concedidos por diversas instituições acadêmicas, fardão da Academia Brasileira de Letras, vídeos-documentários sobre sua vida e carreiras, charges de jornais e fotografias.

Visitantes interagem com os multimeios da exposição / Foto: Anderson Corrêa

Visitantes interagem com os multimeios da exposição / Foto: Anderson Corrêa

“As mudanças que vivemos exigem que o bem mais precioso da atualidade, o conhecimento, seja levado às pessoas de forma cada vez mais rápida, instantânea, com auxílio dos múltiplos recursos digitais. Não há mais como adiar o uso da tecnologia na Educação, pois ela se tornou onipresente em todos os espaços socioculturais. Por isso ousamos e optamos pela adequação deste espaço a um novo mundo”, ressalta a presidente da Fundação, a advogada Anna Graziella Costa.

Uma novidade da exposição “Memória da República Brasileira” é que ela poderá ser vista de qualquer parte do mundo com o auxílio da internet. A visita 360 graus e em três idiomas diferentes estará disponível no endereço eletrônico (www.eravirtual.org/fmrb), em breve. Além de assistir a exposição, no sítio haverá outras informações que se complementam aquelas constam nos verbetes da exposição presencial.

Mascote – Para apresentar a exposição “Memória da República Brasileira”, foi criado um mascote, como forma de atrair principalmente o público infanto-juvenil. O freizinho Rufino aparecerá nas campanhas publicitárias e vídeos ao longo da exposição. O nome do mascote remete ao último representante da Ordem dos Mercedário no Maranhão, o frei Manuel Rufino. Ao final da exposição, o freizinho desafia os visitantes em um quiz.

Visitante registra painel em tablet / Foto: Anderson Corrêa

Visitante registra painel em tablet / Foto: Anderson Corrêa

Painel – No hall do piso superior, o painel “A exuberância da cultura popular do Maranhão”, do artista plástico Tocantins, radicado no estado há 14 anos, apresentam aspectos da cultura popular e das belezas naturais do estado. “Chegamos a esse resultado, em que as imagens se complementam, entram uma na outra, com contornos e cores que não completam inteiramente o desenho”, disse o artista.

Digitalização – Como parte do processo de modernização do museu, a FMRB também está disponibilizando em seu site o fac-simile dos documentos e recortes de jornais de seu acervo textual para consulta. São mais de 27 mil documentos digitalizados no formato PDF que proporcionarão a um número maior de pessoas pesquisar e conhecer mais do período importante da redemocratização do país. Além disso, são 207 caixas digitalizadas; 229 caixas com etiquetas trabalhadas; 142.086 imagens capturadas em formato JPG.

A digitalização do acervo arquivístico favorece a conservação destes documentos, tornando a busca mais rápida e eficaz. “A digitalização representa mais do que um passo no sentido de democratizar o acesso a tais informações. Estamos criando oportunidades de investigação e estudos para pesquisadores, estudantes e interessados em geral nas áreas de História, Ciência Política, Sociologia, Direito, Análise de Discurso e até de História da Propaganda”, ressaltou a presidente da FMRB, a advogada Anna Graziella Costa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s