Porto do Itaqui em exposição na FMRB

Fotos recontam história do porto / Foto: Anderson Corrêa

Fotos recontam história do porto / Foto: Anderson Corrêa

Uma história contata por meio de tecnologias digitais. É a proposta da Sala Nosso Porto do Itaqui, projeto desenvolvido em parceria entre a Fundação da Memória Republicana Brasileira e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), que integra a exposição multimídia Memória da República Brasileira. Montada na sede da Fundação, no Convento das Mercês, a mostra estará aberta ao público em caráter permanente a partir do dia 08 de maio. A abertura acontecerá às 17h.

A exposição utiliza-se de recursos tecnológicos como o vídeo “Visita em 3D ao Porto” e também de fotografias, dispostas em totens, para apresentar um pouco da construção, desenvolvimento e expansão do porto do Itaqui aos visitantes.

Apresentar a importância do Porto do Itaqui para o Maranhão de maneira mais apurada e atrativa pelos recursos utilizados na exposição é o principal objetivo da Sala Nosso Porto. Ao entrar no espaço, o visitante terá acesso a informações sobre a história, as etapas de expansão do Itaqui e, principalmente, as mudanças tanto na infraestrutura portuária ocorrida nos últimos anos quanto nos resultados alcançados.

Segundo a presidente da FMRB e secretária chefe da Casa Civil, a advogada Anna Graziella Santana Neiva, a Sala Nosso Porto do Itaqui é a segunda etapa da exposição multimídia que tem sido bastante visitada por escolas e instituições de ensino superior de todo o Estado. Para ela, a abertura deste novo espaço dá continuidade ao projeto inovador proposto pela FMRB.

A Fundação valoriza o estudo da memória pautada nos recursos tecnológicos do futuro. “É preciso trazer encantamento e modernidade aos jovens para que se sintam atraídos pelo conhecimento da construção democrática do nosso país e das riquezas do nosso estado. A educação e o Porto do Itaqui são alguns exemplos da alavanca social e econômica do nosso rico estado”, completou.

Do início da construção do Itaqui, na década de 60 até a entrega do berço 108, previsto para o final de 2014, quase 50 anos se passaram. O porto maranhense expandiu e hoje movimenta cerca de 15 milhões de toneladas/ano em seus sete berços multiusos.

Ao chegar à Sala Nosso Porto do Itaqui, uma recepção muito especial. O capitão Gregório, personagem do vídeo em 3D, apresentará um pouco do dia a dia no Itaqui.  O que envolve, por exemplo, as operações de atracação de navios e os termos técnicos comuns na área portuária e um pouco estranhos ou com outros significados na linguagem: como práticos, berços, calado, rebocadores, contêineres entre outros.

Serviço: Inauguração da Sala Nosso Porto do Itaqui, com exposição multimídia. Dia 8 de maio, às 17h, na sede da FMRB, Convento das Mercês. Entrada gratuita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s