Ponte do São Francisco: cartão-postal de São Luís

Para quem tem menos de 40 anos é difícil imaginar a paisagem da baía de São Marcos sem a Ponte José Sarney, popularmente conhecida como Ponte do São Francisco. Coube a ela o desafio de modernizar a cidade, que se limitava ao Centro, Anil, Vinhais e adjacências. A nova ponte abria as portas para a parte nova da cidade, o bairro São Francisco, facilitando especialmente o acesso às belas praias da capital.

Inaugurada em 14 de fevereiro de 1970, a ponte tem 890 metros de extensão e 13 metros de largura, sendo 10 metros de faixa de rolamento e de passeios laterais para pedestres com 1,50 metro de largura cada. No início eram apenas duas vias, hoje é constituída por três faixas rolamento, sendo duas no sentido do bairro de São Francisco para o Centro e uma no sentido contrário. A faixa central muda de sentido de acordo com as necessidades do trânsito.

Conheça mais da história do Forte de Santo Antônio.

A ponte deslanchou o processo de edificação de um novo centro, bonito e mais moderno, e possibilitou principalmente a preservação do patrimônio histórico da cidade velha e hoje é um dos mais belos cartões-postais de São Luís.

Naquela época também foi comprado pelo Governo do Estado parte das terras no entorno do local onde ficaria a cabeceira da ponte, do outro lado do rio, que iriam registrar grande valorização. Uma forma de evitar negociatas, especulações, enriquecimento ilícito. Estas terras futuramente deram origem ao bairro residencial do Calhau.

As terras pertenciam a princípio aos proprietários da antiga fábrica de tecidos da Camboa, inaugurada em 1º de janeiro de 1980. Naquele tempo, era necessário ter uma grande extensão de terras para retirar lenha, que movia as máquinas a vapor. Com o fim da fábrica, o governo propôs aos proprietários que entregassem as terras para o Estado em pagamento dos impostos que deviam.

A Ponte José Sarney não é a única ponte sobre o Rio Anil. Não foi a primeira, mas com certeza é a mais querida pelos ludovicenses.

Veja as imagens abaixo do acervo audiovisual da Fundação da Memória Republicana Brasileira (FMRB), a exceção da fotografia colorida.

Anúncios

Um comentário sobre “Ponte do São Francisco: cartão-postal de São Luís

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s