Roteiro de férias por São Luís

Opções não faltam para curtir as férias em São Luís. O Passeio Urbano preparou um roteiro para quem quer conhecer melhor a cidade e aproveitar essas dias longe do trabalho e da escola. As sugestões vão desde os museus até passeios ao ar livre. A maioria com entrada gratuita ou com preços bastante acessíveis. Antes de tudo conheça um pouco da história da fundação da cidade.

Quem gosta de sentir a natureza, por exemplo, uma dica é visitar o Parque Botânico da Vale. Se puder, faça as trilhas que são oferecidas no local. É importante fazer a contato antes para agendar as trilhas. Outra opção é a APA Itapiracó. A reserva tem um grande calçadão onde muitos fazem caminhada, passeios de bicicletas, andam de skate ou praticam a patinação. A nova infraestrutura do local, inaugurada no fim do ano passado, tem atraído muitas pessoas que buscam o bem estar.

Divulg-061E por falar em bem estar, um passeio pela orla de São Luís não é nada mal. O cenário exuberante das Praias de São Marcos, Calhau e Caolho, ao longo da Avenida Litorânea, além de encher os olhos, também pode ser revigorante. Quiosques, restaurantes e áreas para prática de atividades físicas completam o cenário que é ideal para as fotografias, especialmente próximo do pôr do sol. Aproveite para saborear o Guaraná Jesus, famoso refrigerante da região. Se for almoçar ou jantar por ali, não se esqueça de experimentar as iguarias da terra, como o cuxá ou os pastéis com geleia de pimenta.

Mas se quiser registrar a despedida do sol de uma forma ainda mais grandiosa, vale o passeio pelo Espigão Costeiro. Adentrando o mar, no início da Praia da Ponta da Areia, o local propicia uma das vistas mais bonitas da cidade. Além do calçadão onde as pessoas praticam esportes, quando a maré está cheia, muitos gostam de praticar o stand-up paddle. Próximo do espigão está o Memorial Bandeira Tribuzzi, com exposição sobre o jornalista e poeta maranhense.

5020529827_43e109b95c_oOutro cenário excelente par as fotografias e, lógico, para um passeio em família, no fim de tarde, é a Praça Gonçalves Dias, conhecida como Largo dos Amores, pois costuma ser ponto de encontro de namorados. De lá se tem uma das vistas mais belas de São Luís, com a Ponte do São Francisco ao fundo. Ainda pode-se apreciar o monumento projetado por Oscar Niemeyer em homenagem à Maria Aragão, na Praça que leva o nome da maranhense.

O passeio pela Praça Gonçalves Dias pode continuar no Palácio Cristo Rei, pertencente à Universidade Federa do Maranhão, onde há uma exposição sobre a história da instituição. Às vezes há exposições temporárias interessantes. No logradouro está um dos chafarizes que abastecia a cidade em tempos mais antigos. Outra atração é a Igreja dos Remédios, a única em estilo gótico da cidade, construída em 1719.

8595550115_aced268c80_bMas se estiver interessado em fazer passeios mais culturais, as dicas são os roteiros pelo centro histórico de São Luís. Na parte alta da cidade antiga, está localizado o núcleo fundacional de São Luís, na Praça Dom Pedro II. Lá está o forte de São Luís, marco zero da cidade. A Praça foi construída seguindo o modelo de Plaza Mayor, onde se concentram o Palácio dos Leões (sede do governo estadual), Palácio de La Ravardière (sede da prefeitura), Tribunal de Justiça, o Palácio Episcopal e a Igreja da Sé, uma das mais antigas e belas da capital.

No Palácio dos Leões existe uma ala aberta ao público com um museu. Entre as peças estão gravuras do teatrólogo Arthur Azevedo, irmão do Aluísio Azevedo, introdutor do Naturalismo no Brasil. No Palácio Episcopal está o Museu de Arte Sacra, reformado e com acessibilidade. Do lado da igreja encontra-se a Praça Benedito Leite, com estátua em bronze do ex-governador esculpida na França por Émille Decorchement.

Dê uma olhada no Roteiro Cidade Alta, aqui no Passeio Urbano, para conhecer outras opções na região, como o Teatro Arthur Azevedo e a Fonte do Ribeirão.

Convento das Mercês / Foto: Anderson Corrêa

Os museus também são uma ótima pedida para conhecer mais da história de São Luís. No Museu Histórico e Artístico, por exemplo, a exposição mostra como viviam os ludovicenses no fim do século XVIII e no século XIX na capital. Vale também a visita à Cafua das Mercês, museu que conta a história do negro, e a Fundação da Memória Republicana Brasileira, localizada no Convento das Mercês, que conta um pouco sobre a história da República do Brasil.

As crianças vão ficar fascinadas com o acervo do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão. Em seus espaços, materiais utilizados por indígenas, peças de centenas de anos encontradas em solos maranhenses, além de uma exposição sobre dinossauros, entre eles o Spinosaururs, o maior dinossauro carnívoro já registrado no Brasil, cujo fóssil foi encontrado em terras maranhenses.

Alguns metros dali, estão duas atrações culturais interessantes: a Casa de Nhozinho, instalada num casarão colonial onde estão obras de diversos artesão que mostram o cotidiano do povo maranhense, com brinquedos, utensílios domésticos, embarcações e cultura popular; e a Casa do Maranhão, neste espaço há uma exposição permanente reunindo história, tradições, patrimônio, artes e saberes que compõem a formação cultural maranhense. É possível sobrevoar a capital em uma tela touchscreen, discutir verdades e mitos sobre a sua fundação, conhecê-la sob o olhar de um fotógrafo do início do século e entender como e porque São Luís tornou-se Patrimônio Mundial.

O Centro de Pesquisa fica situado na Rua do Giz, onde se concentra um grande número de casarões coloniais preservados da cidade. É lá, por exemplo, que está a Escola de Música Lilah Lisboa e a La Pizzeria. Na Praça da Faustina, às sextas-feiras há apresentação de grupos de Tambor de Crioula. Para o almoço ou jantar uma das excelentes sugestões é o Restaurante do Senac.

Por último, a sugestão é para aqueles que querem deixar a leitura em dia, mesmo nas férias. Uma visita a Biblioteca Pública Benedito Leite é bem vinda. A casa, com quase dois séculos, foi amplamente reformada e possui uma coleção rara de livros e jornais da cidade.

Gostou das dicas? Tem alguma sugestão? Curta nossa página do Facebook e faça seus comentários.

Um comentário sobre “Roteiro de férias por São Luís

  1. Gostaria de saber um pouco mais sobre o famoso castelinho. Casa da família do Nhôzinho Santos que fica do lado do prédio da Fazenda no Canto da Fabril.Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s